Notícias

Avaliação de imóveis não é para amadores!

Postada em 06/03/2019 às 10:55:56

Compartilhar:

Avaliação de imóveis não é para amadores!
Avaliação de imóveis não é para amadores!

Vira e mexe nos deparamos com amadores e iniciantes ingressando no mercado imobiliário que se acham aptos o bastante para fazer uma avaliação de imóveis, seja para venda ou para locação.
Agora, se coloque no lugar do cliente (vendedor ou locador): Você gostaria de que um amador fizesse uma avaliação do seu imóvel por "achismo"? Claro que não! No entanto, o mercado esta repleto de profissionais despreparados que só atrapalham quem quer fazer um trabalho bem feito.
Profissionais que avaliam sem nenhum tipo de critério, apenas para captar e bater suas metas, não tem nenhum compromisso com o cliente. Infelizmente o cliente só descobre isso meses depois, quando o imóvel ainda não tiver sido intermediado. Mas, se você é do grupo de profissionais (novatos ou experientes) que estão em busca de fazer um excelente trabalho e boas avaliações, aqui vão algumas dicas que irão auxiliá-lo no momento da avaliação.

Dica 1: Endereço

Cuidado com as avaliações feitas "por alto" que o cliente pede por telefone: "Você saberia me falar mais ou menos por alto, quanto vale meu apartamento?". É um erro grotesco avaliar um imóvel sem antes conhecê-lo pessoalmente. Sabemos que em uma rua, em um quarteirão ou até mesmo do outro lado da rua, os preços podem sofrer uma variação considerável. Então, ter em mãos a real localização do imóvel e visitá-lo pessoalmente é fundamental.Dica #2: Tipo

Dica 2: Tipo

Não da pra comparar preço de banana com maçã, assim como não da para comparar apartamento com loja. O raciocínio e esse!
Se você vai avaliar um apartamento compare-o com outros apartamentos.Dica 3: Tamanho

Dica 3: Tamanho

Outro dado importante a ser levado em consideração é o tamanho do imóvel que esta sendo avaliado. Qual a sua área privativa, área externa, área comum, área útil, tudo isso deve ser levado em consideração.
Quanto maior o imóvel, certamente vai valorizado ele será. Para isso você deve recorrer aos documentos oficiais do imóvel, tais como registro de imóvel, planta básica ou IPTU (cuidado para não seguir sempre ao pé da letra, nem sempre o valor está compatível com a realidade).
Se não tiver como conseguir estes documentos, tente medir o imóvel com uma trena mesmo.
Dica: Existem hoje no mercado trenas a laser que são extremamente precisas e facilitam muito o trabalho dos corretores.Dica 4: Idade

Há quanto tempo este imóvel foi construído? Imóveis mais novos certamente tem um valor agregado superior ao de imóveis mais antigos. Isso, claro, se os demais atributos forem iguais ou semelhantes. Além de ser um requisito para avaliação, provavelmente é uma pergunta que o seu cliente irá fazer no futuro, e não saber a resposta pode ser um erro grotesco.

Dica 5: Garagem

Quantas vagas de garagem o imóvel possui? Estas vagas são cobertas ou descobertas? Livres ou presas?
Viu como este item não é tão simples? Tudo isso acaba influenciando em uma avaliação e garagem e um dos atributos mais importantes e pode ser um fator decisivo para o cliente alugar ou comprar um imóvel.

Dica 6: Acabamento

Ninguém quer morar ou empreender em um local caindo aos pedaços. Por isso, na hora de avaliar um imóvel, o acabamento e o estado de conservação do imóvel é levado em consideração. Para ajudar nesse quesito, imobiliárias recomendam aos proprietários de imóveis que, inclusive, pintem o imóvel antes de disponibilizá-lo para venda ou locação.
Com as dicas acima você será capaz de fazer uma boa e precisa avaliação de imóveis.

Não caia nessas ciladas!

Na hora de fazer a avaliação do imóvel, existem algumas ciladas que normalmente os proprietários de imóveis caem, mas que você, corretor de imóveis, não pode cair de jeito nenhum.
Para te ajudar a evitar essas ciladas e para que sua avaliação esteja bem afinada, existem dois macetes que certamente vão lhe dar uma maior segurança em avaliar:
Compare esses dados com os imóveis semelhantes que você já possui em seu banco de dados. Veja o que você já alugou ou vendeu que esteja compatível com este imóvel. Isso e um retrato fidedigno do mercado. Para facilitar essa comparação, um sistema te ajudará a ser mais preciso e mais rápido, e você terá mais credibilidade ao avaliar um imóvel.
Envolva mais pessoas nesse processo, seja outros corretores de sua equipe ou parceiros de sua região. Troque figurinhas e veja o que eles têm para oferecer de informação acerca desse imóvel, isso pode te ajudar muito.
Atenção: Não caia na cilada que os proprietários de imóveis caem, de ficar pesquisando preços de imóveis em portais imobiliários e sites da concorrência. Lá estão os preços de OFERTA e muitas delas estão totalmente fora da realidade, o que pode contaminar sua avaliação. Saber exatamente o que está sendo vendido e por quanto é fundamental para uma comparação correta.

Conclusão

Por fim, vale lembrar que corretor de imóveis não acha que vale! Ele faz uma avaliação profissional e técnica, dando o seu parecer mercadológico. Lembre-se que por trás de uma avaliação bem feita existem muitos anos de estudo, de experiência e muito esforço com pesquisa. Valorize-se para ser valorizado!

 

 

 

 

Outras notícias

Enviar mensagem
Me Chame no WhatsApp